sexta-feira, 27 de abril de 2012

Aniversário de 65 anos é comemorado com inauguração da nova sede da APP Sindicato

Via Portal APP-Sindicato


APP faz 65 anos e comemora em nova sede

Solenidade contou com a presença de 500 convidados que conheceram mais sobre a história da entidade.







No dia em que fez aniversário a APP-Sindicato e todos os sindicalizados ganharam de presente um novo endereço: Avenida Iguaçu 880. Além das salas que abrigarão as 17 secretarias a partir de maio, o novo espaço conta com um auditório para 500 pessoas (que ficou lotado durante a inauguração) além de biblioteca, sala de estudos, terraço, estacionamento e bicicletário. "Foi um trabalho intenso e gratificante. São 3.500 m² de área construída com mais de 30 salas, tudo para o melhor atendimento do nosso sindicalizado", ressalta Clotilde Vasconcelos secretário de Administração e Patrimônio.
-
Na noite desta quinta-feira, quem esteve presente na festa de inauguração pode saber um pouco mais sobre a história da entidade. "Se pudéssemos resumir em uma palavra toda essa história ela seria 'ousadia'", declarou Luiz Carlos Paixão da Rocha, secretário de Imprensa, que apresentou o vídeo histórico produzido para a data. Entre tantas coisas, o sindicato enfrentou a ditadura militar, a repressão de Álvaro Dias na passeata de 30 de agosto de 88 e os difíceis anos 90, auge do neoliberalismo.
-
Em 26 de abril de 1947 foi quando um pequeno grupo de professores fundou a APP-Sindicato, que funcionava provisoriamente no Instituto de Educação. Em 1954, quando tinha apenas um funcionário, a entidade se mudou para o Edifício Asa, para atender os 1.500 sócios na época. Hoje são mais de 65 mil sindicalizados, que necessitam de uma estrutura melhor para seu atendimento, além dos 150 funcionários, que terão melhores condições de trabalho. "Nós temos uma cultura muito imediatista, então pensar um projeto a longo prazo não é tão simples. Esse foi o maior desafio. Economizamos um tanto e compramos o terreno, depois economizamos mais e começamos a obra, com dificuldades, segurando repasse dos núcleos, e ainda sem parar a luta", analisa Miguel Baez, secretário de Finanças.
-
"Essa é uma conquista para a classe trabalhadora, não só para a APP . Nós merecemos ter um espaço adequado, que sirva o movimento social e sindical", comemora a presidenta da entidade Marlei Fernandes de Carvalho que fez o descerramento da placa inaugural.
-
A solenidade também contou com a apresentação do coral da APP e do grupo de MPB da UFPR. Maria Dativa de Salle Gonçalves foi a professora homenageada da noite, representando todos os trabalhadores em educação. Os seguintes ex-presidentes também receberam placas de homenagem: Izaias Ogliari, Dino Zambenetti, Paulo Maia de Oliveira, Isolde Andreata, Mário Sergio de Souza, Romeu Gomes Miranda, José Rodrigues Lemos e a atual presidente que está em sua segunda gestão.
-
Diversos setores da sociedade estiveram presentes. O reitor da UFPR compôs a mesa de inauguração, junto com o deputador federal Doutor Rosinha e os deputados estaduais Tadeu Veneri e Professor Lemos, além de representantes da CNTE, CUT, MST, Coordenação dos Movimentos Populares, Fórum das Entidades Sindicais e União Paranaense dos Estudantes. "A APP está de parabéns. Aqui será um espaço de diálogo e debates. Os movimentos sociais e sindicais ganharam uma nova casa", afirma Roni Barbosa, presidente da CUT-PR.
-
http://www.appsindicato.org.br/include/paginas/galeria.aspx?id=96

Um comentário:

  1. Parabéns pra todos nós lutadores que confiamos em nossa entidade!

    ResponderExcluir